oto GRUPO ×
WhatsApp: (85) 3466-1133
Blog

Esportes para crianças: 5 modalidades para ajudar no desenvolvimento

22 de janeiro de 2021
Esportes para crianças: 5 modalidades para ajudar no desenvolvimento

Segundo dados do Ministério da Saúde, o sedentarismo é o quarto maior fator de risco de mortalidade global por enfermidades não transmissíveis. Neste sentido, a prática de atividades físicas é um hábito que deve estar presente em todas as fases da vida, inclusive na infância.

Você deve concordar que as crianças possuem muita energia para gastar, tanto durante o dia, quanto a noite. Uma boa alternativa é direcionar todo este pique para os exercícios que proporcionam diversos benefícios, entre eles:

  • Contribui para o desenvolvimento do corpo;
  • Estimula a socialização;
  • Auxilia no desenvolvimento cognitivo;
  • Melhora a qualidade do sono.

Se você quer dicas das melhores modalidades para ajudar no desenvolvimento do seu filho, continue a leitura. Listamos os 5 esportes mais indicados para as crianças.

1 – Natação

Quando o assunto é a prática de esportes para crianças, um dos mais procurados e recomendados é a natação. Isso se deve ao fato de ser uma atividade completa que trabalha a respiração e coordenação motora, além disso:

  • Estimula a ativação da memória;
  • Melhora o sono;
  • Auxilia na flexibilidade;
  • Ajuda o desenvolvimento de noções de tempo e espaço.

Até mesmo bebês podem começar na natação, sendo recomendável a partir dos seis meses de idade. Este é um exercício completo e dinâmico, no entanto, é preciso ficar alerta se seu filho apresenta algum problema, como bronquite e sinusite, para sinalizar o professor responsável e ter a orientação do médico se realmente é a atividade ideal.

2 – Futebol

O futebol é a modalidade de esporte mais conhecida por todos e faz parte da brincadeira da maioria das crianças. Este é um ponto positivo para também incentivar a sua prática com o objetivo de cuidar da saúde desde pequeno.

Pode ser realizado com amigos, colegas ou em escolas específicas para aprendizado do exercício. Além da diversão, os benefícios são muitos, principalmente, para o desenvolvimento de habilidades motoras como locomoção, coordenação, domínio da bola e equilíbrio.

Como possui um ritmo intenso, o futebol acelera o metabolismo e ajuda a manter a saúde cardiovascular e respiratória. De forma geral, esta atividade pode ser introduzida na vida da criança a partir dos cinco anos de idade.

3 – Vôlei

Assim como o futebol, este é um esporte praticado em grupo que ajuda a promover a socialização entre as crianças. Através das vivências das aulas, os pequenos desenvolvem habilidades coletivas importantes para o seu crescimento e amadurecimento.Além de ser bom para o corpo, desenvolvendo  o equilíbrio e a precisão, o vôlei também desenvolve a parte cognitiva, pois a criança precisa de concentração e do entendimento sobre as regras.

4 – Balé

Assim como outras danças, o balé estimula a interação entre as crianças e é um forte aliado para aumentar o nível de confiança entre elas. Nesta modalidade, é possível trabalhar a liderança e socialização, unindo a diversão ao aprendizado da responsabilidade com as instruções passadas. Essa atividade consegue criar e desenvolver a disciplina, a concentração exigidas na primeira infância e, por meio dela, a criança também aprende a superar desafios e vencer seus medos.

5 – Basquete

Procurar por atividades ao ar livre também é importante para incentivar a criança a sair da sua zona de conforto. Por isso, o basquete é uma excelente opção por ser um esporte que pode ser praticado tanto em uma quadra fechada quanto em áreas abertas.

Essa atividade pode ser introduzida a partir dos seis anos e ajuda na evolução da agilidade, concentração e coordenação motora. Além disso, também facilita o fortalecimento muscular e melhora a respiração.

Depois de todas estas dicas chegou a hora de fazer a escolha! O primeiro passo para isso é pesquisar bastante a respeito de cada uma das opções que apresentamos e verificar qual se encaixa melhor nos gostos e necessidades do seu filho. Lembre-se que é um estímulo aos hábitos saudáveis, mas também deve ser um momento prazeroso e divertido para a criança.

Compartilhar: