oto GRUPO ×
WhatsApp: (85) 3466-1133
Blog

Conheça 4 mitos sobre a vacina da gripe

8 de março de 2021
Conheça 4 mitos sobre a vacina da gripe

A gripe é uma das doenças mais comuns e que atinge milhares de pessoas todos os anos. A sua taxa de mortalidade é considerada alta, uma vez que já há vacina para prevenção e controle da doença.

A dose deve ser tomada anualmente, no entanto, segundo dados da Organização Mundial da Saúde, estima-se que 40% dos adultos não se vacinam e não pretendem deixar o calendário vacinal em dia.

Os motivos são diversos, incluindo a crença em alguns mitos sobre a influenza e também da própria vacina. Se você possui receio e evita tomá-la por ter dúvidas sobre a eficácia ou efeitos, acompanhe a leitura e conheça os principais mitos!

1- Quem se vacina fica doente

Este é, sem dúvidas, um dos mitos mais comuns relacionados à doença. No entanto, é comprovado cientificamente que a vacina para influenza não pode causar a gripe, pois contém a partícula viral morta atenuada ou fragmentos virais.

Ao entrar em contato com o corpo, o vírus inativo não tem capacidade de se replicar devido à alta temperatura de regiões, como o pulmão, por exemplo.
O organismo necessita de um período, geralmente em torno de duas semanas, para estruturar uma resposta ativa imune. Neste tempo, pode haver casos de gripe, já que o corpo ainda não desenvolveu todos os anticorpos necessários ou ainda pela possibilidade da existência de variantes circulantes da influenza com componentes estruturais que diferem da contida na vacina.

2 –  Pessoas saudáveis não precisam tomar a dose anual 

Muitas pessoas acreditam que a vacinação contra a gripe é apenas direcionada para quem possui alguma comorbidade. No entanto, isso é mito! Mesmo indivíduos sem histórico de doenças podem desenvolver o quadro grave da doença.

Por isso, a recomendação é que todos os indivíduos com idade igual ou acima de seis meses sejam vacinados, ainda que não haja a presença de fatores de risco.

Dados de um estudo realizado pelo Centers for Disease Control and Prevention (CDC), evidenciam que com a vacinação anual contra a gripe há redução do risco de morte em cerca de 51% entre crianças com comorbidades e 65% em pessoas saudáveis.

3 – A gripe não é uma doença grave

Você já deve ter escutado alguém falando que a gripe não passa de um simples resfriado, não é mesmo? Os sintomas mais comuns são:

  • febre alta;
  • calafrios;
  • mialgias;
  • cefaleias.

Contudo, o que muitas pessoas desconsideram é que a influenza pode evoluir para casos mais sérios de  infecção em trato respiratório inferior como pneumonia grave, sendo necessária até mesmo a hospitalização de pacientes.

A gripe é uma doença que pode evoluir para casos graves e, por isso, há altas taxas de óbitos, o que a faz ser uma das que mais mata em todo o mundo. Em contrapartida, as estimativas protetoras da vacinação para influenza chegam a média de 40 a 65% dentre os vacinados.

4 – Só é necessário vacinar-se uma vez

Mais um mito que precisamos desconstruir! Como o vírus sofre mutações constantes, o efeito da vacina perdura apenas por um ano, sendo necessário a reaplicação para manter o organismo imune.

Segundo a resolução da ANVISA, a vacina da gripe trivalente de 2021 contém os seguintes vírus:

  • influenza A (H1N1);
  • influenza A (H3N2);
  • influenza B, Victoria.

Já no caso da vacina de influenza quadrivalente contém, além dessas três cepas, o vírus influenza B, subtipo Yamagata.

Agende sua vacina da gripe 2021

Agora que você já conhece os mitos sobre a vacinação, sabe que é um ato de proteção e amor à vida. A dose deste ano, 2021, já está disponível e você pode agendá-la conosco clicando aqui.
Para o seu conforto e maior segurança, escolha vacinar-se em nossa clínica na OTOvacinas localizada na Av. Oliveira Paiva, 2863, por drive-thru ou ainda no seu lar. Fale conosco e tenha mais informações.

Compartilhar: