oto GRUPO ×
WhatsApp: (85) 3466-1133
Blog

Atendimento de urgência e emergência: saiba como identificar situações de cada caso

26 de janeiro de 2022

Urgência e emergência parecem a mesma coisa para você? Ainda que necessitem de atendimento médico imediato, as situações que se enquadram em cada uma delas e até mesmo o significado dos termos diferem-se.

Acompanhe a leitura e entenda como ter atendimento de urgência e emergência adequado, principalmente, em tempos de pandemia.

Qual a diferença entre urgência e emergência?

O principal fator que norteia a diferença entre os termos e também as abordagens de diagnóstico e tratamento é o risco de morte que o paciente corre.

Ou seja, caso haja risco iminente, imediato, dizemos que trata-se de uma situação de emergência. Contudo, se a situação é preocupante, mas não representa um quadro que ameace a vida da pessoa, classificamos como urgência.

Quais as situações de um atendimento de emergência?

Este tipo de atendimento pode ser entendido como um caso que implica risco iminente de morte ou ainda que cause sofrimento intenso ao paciente. Em outras palavras, é preciso iniciar o tratamento o mais rápido possível para garantir a segurança do paciente e as condições de saúde sejam restauradas.

Listamos as principais situações que são compreendidas como casos de emergência. Com isso, necessitam de atendimento imediato devido ao risco potencial de morte:

  • acidente de origem elétrica;
  • picada ou mordida de animais peçonhentos;
  • cortes e queimaduras profundas;
  • hemorragia;
  • infarto;
  • derrame;
  • sangue na urina, no vômito, nas fezes ou ao tossir;
  • reação alérgica grave;
  • alta dificuldade respiratória;
  • convulsões;
  • febres altas e constantes;
  • acidentes de trânsito.

Quais as situações de um atendimento de urgência?

Quando se refere à urgência, as situações são caracterizadas como aquelas que não apresentam risco de morte iminente. No entanto, devem ser tratadas com rapidez para que não haja complicações graves.

As principais situações que precisam de um atendimento de urgência são:

  • torções, luxações e fraturas;
  • transtornos psiquiátricos;
  • dor abdominal de intensidade moderada;
  • febre maior que 38 graus há mais de 48 horas;
  • retenção urinária em pacientes idosos.

Agora que você já sabe a diferença e os principais casos de cada atendimento, fica mais fácil buscar ajuda médica direcionada e também entender a disponibilidade da instituição de saúde.
O Hospital OTO, por exemplo, conta com Pronto Atendimento nas áreas de cardiologia, clínico geral, traumatologia, pediatria, medicina de emergência e muito mais. Entre em contato conosco e saiba mais sobre os nossos atendimentos.

Compartilhar:
Administrador
MPO4D RTP PGSOFT Slot Online Judi Slot Online